Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A 3ª face

Sab | 10.02.18

5 COISAS BOAS (entre 5 e 9 de fevereiro)

20867095_jZyYq.jpeg

 Segunda:

Ver um arco-íris completo é bom. Ver dois em simultâneo é... Uau...Magnífico...Celestial!

 IMG_20180209_224616.jpg

 (A foto não é minha mas foi o que eu vi, com estes dois olhinhos)

 

Terça:

A minha filha decidiu vir preparar-se para os exames em casa! Ao fim de duas semanas, voltei a ter a família completa.Não há felicidade maior!

Quarta:

espargos.jpg

 

Chego a casa para almoçar e, em vez do que tinha preparado, a minha mãe apresenta-me isto! Alguém adivinha o que é? Só posso dizer que é verde e selvagem e foi colhido por ela. Ah, e as azeitonas da foto são m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a-s (feitas por ela). E os ovos também são nossos.

 

Quinta:

27781682_2075421162484891_767406059_n.jpg

Eu até nem gosto muito de comer () mas, quando é feito pelos outros, sabe muito melhor. A minha filha vegan fez umas batatas doces recheadas com legumes e tofu que estavam !

Sexta:

É sexta-feira...preciso escrever mais? Para além de que o ambiente de trabalho hoje foi top. 

Sex | 09.02.18

Fiz o meu próprio desodorizante (comprometo-me a reduzir a minha pegada ecológica #15)

receita_desodorante_natural_sem_aluminio_bicarbona

(imagem retirada da net, porque me esqueci de fotografar o meu e já está de resto)

 

Após a participação da minha filha no workshop dinamizado pela Tutisfore, na Maria Granel (que falei aqui), experimentámos a receita do desodorizante e temos estado a usá-lo há duas semanas.

Não há desperdício de embalagens porque reutilizamos boiões antigos. Não há produtos químicos tais como parabenos, triclosan, ftalatos e propilenoglicol, que por vezes agridem a nossa pele e que têm impacto no ambiente. E utilizamos ingredientes que, normalmente, temos na cozinha.

 

RECEITA é bem simples e rápida:

 

- 4 colheres de sopa de óleo de coco

- 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio

- 5 gotas de óleo essencial, opcional (eu usei alfazema)

 

O óleo de coco deverá estar amolecido para facilitar a mistura mas não deve estar líquido, para evitar que, durante o arrefecimento, o bicarbonato se concentre no fundo.

Misture muito bem os ingredientes com uma colher até ter uma mistura homogénea, garantido que o bicarbonato esteja bem envolvido no óleo de coco.

Coloque num recipiente com boca larga, para facilitar o uso. O desodorizante deverá ser aplicado com o dedo.

Também poderá utilizar uma embalagem vazia de stick e reutilizá-la. Porém, deverá ter a noção de que, com temperaturas quentes, o óleo poderá ficar quase líquido e escorrer para fora da embalagem. Nesse caso, convirá conservá-lo no frigorífico.

 

Agora a AVALIAÇÃO:

 

EU tenho estado a usá-lo diariamente e estou completamente satisfeita! Controla-me o odor da transpiração, mesmo durante o exercício físico (lembram-se do meu sábado passado? O desodorizante esteve à altura do esforço) e a minha pele está impecável.

 

Já a MINHA FILHA, embora goste do resultado, sente que a pele reage mal quando o coloca, provocando-lhe um ligeiro ardor.

Sei que há peles mais sensíveis ao bicarbonato. E como ela está a fazer depilação definitiva, talvez exista alguma relação.

 

POR ISSO:

Pesquisei receitas alternativas  (mas fáceis) para experimentar. Encontrei, no blog do SENTE SENAS  uma receita parecida, que contém farinha Maizena e óleo de amêndoas doces, que irei experimentar e transcrevo aqui:

  

"- 5 colheres de sopa de óleo de coco
- 1 colher de sopa de óleo de amêndoas doces
- 3 colheres de sopa de amido de milho (tipo Maizena ou, de preferência, de marca nacional)
- 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio (em pó fino)
- 12 a 15 gotas de óleo essencial de alecrim (opcional)

Abaixo dos 25ºC, o óleo de coco está sólido, pelo que será preciso amorná-lo em banho-maria para o derreter ligeiramente e facilitar a mistura com o amido de milho e com o bicarbonato de sódio. Quando já está meio sólido (para evitar a separação dos ingredientes), colocar numa embalagem, de preferência a reutilizar.  No tempo quente, o desodorizante fica líquido, pelo que o melhor é guardá-lo no frigorífico, e tirá-lo algum tempo antes de utilizar.  A inclusão de óleo de amêndoas doces  amacia o desodorizante no inverno. "

 

O blog da loja tem outras receitas de produtos naturais fáceis de fazer, pelo que vale a pena espreita-lo aqui.

 

Sex | 09.02.18

Os super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super herói

20817683_bPD0p.jpeg

 

henna.jpg

 

- SER ELÁSTICA para conseguir chegar aos frascos das últimas prateleiras da despensa, sem trepar pelo banco da cozinha.

E, mesmo da minha casa, esmurraçar quem pensasse sequer fazer mal aos meus filhos, nem que fosse a 100 km de distância!

Ah, e aproveitava para criar uma fisga com o corpo e arremessar algumas pedras a uns senhores que se julgam super-heróis mas que não passam de meros vilões que tentam destruir a vida dos outros!

 

E porque NINGUÉM CONSEGUE SALVAR O MUNDO SOZINHO, criava uma Liga da Justiça com os outros super-heróis para  o tornar um lugar bem melhor! 

Qui | 08.02.18

CRISES (super-histórias de mini-mulheres ou vice-versa #1)

lume chao.jpg

 

Conheci-a já idosa, viúva e de má saúde! Um cancro na mama tinha-lhe derrubado algum vigor mas ainda mostrava a garra de quem lutou pela sobrevivência toda a vida. Habitava uma casa velha de paredes grossas, caiadas, no meio de um monte isolado, algures no Alentejo. Em dias invernosos, só o lume de chão lhe fazia companha e lhe amornava a alma. E os animais. Os cães que só a ela davam mão, as galinhas e os patos, que há que cuidar diariamente e que a ouviam desabafar as dores. E um par de ovelhas, a quem afagava os rolinhos da cabeça, como se fossem os do filho.

Pois, o filho! O filho único, depois de se ter separado, tinha ido viver com ela e foi a razão de não ter vergado à doença e ao cansaço e de se sentir feliz todos os dias. Até construíram uma casinha de banho ao lado da casa, de modo que a vida estava composta.

Mas o negócio por conta própria, a quase duas dezenas de km de casa, fazia com que o filho só voltasse a altas horas da noite e já se sabe que as pessoas do campo se deitam com as galinhas. Isso pouco importava. De manhã cedo, quando se levantava, lá ia espreitá-lo ao quarto que isto de ter um filho com 50 anos é  igual a tê-lo com 5 meses. Os filhos não têm idade. Um filho é um filho e pronto!

Não sabia ler nem escrever mas a sua imensa sabedoria fora  bebida na vida e isso comovia-me, cada vez que a visitava.

Um dia, em plena crise, quando o governo decidiu encurtar reformas e suspender subsídios, perguntei-lhe se estava em maiores dificuldades. E, de forma espontânea, sem perder tempo a pensar, olhou em redor e respondeu-me:

- Crise, menina? Eu nasci na crise e sempre vivi na crise. Passei muita fominha, vi irmãos morrerem porque não havia medicamentos. Comecei a trabalhar aos 7 aninhos, descalça e nunca fui a uma escola. Passei a vida a governar os poucos escudos que se ganham no campo, com a ajuda da horta e dos animais que crio. Ainda hoje os tenho, não vê?

Crise? Isso é para aqueles que metiam no lixo mobílias inteiras, ainda boas, porque já não estavam na moda e compravam novas. Habituaram-se a ter o que não podiam, é o que é.

Eu sempre fui pobrezinha e hei-de continuar a ser, mas não devo nada a ninguém!

 

Por essa altura, já o filho tinha arrendado uma casa melhor, numa pequena aldeia e os pedreiros tardavam em terminar as obras para que se mudassem. Era o que ele podia fazer pela mãe!

Sem esperar, a crise chegou-lhe numa manhã. Veio de carro, trazida por uns amigos do filho.

A sua única riqueza fora roubada do outro lado do mundo e ela ficara sem nada! O filho partiu de férias ao fim de longos anos sem grande descanso e lá morreu, assim de repente, sem avisar, longe do seu afago de mãe.

Regressou dentro de um tarro mais bonito do que aqueles que usava para aquecer a água, feito pó, que não houve dinheiro para a transladação do caixão.

Os netos, já adultos, foram viver com ela. Mudaram-se todos para a casinha da aldeia.

A última vez que a visitei, baixara as armas, deambulava no campo da batalha à espera que a chamassem para reencontrar o seu tesouro. Tinha os olhos fixos no lume de chão, que sarapantava gélido entre os pauzitos, unido à desgraça.

Para aqueles que trocavam de mobília e se queixavam da crise, a vida está lentamente a retomar o seu curso.

Mas a minha velhinha sabe bem que há outras crises que quando chegam, ferram-se na gente para sempre!

 

 

Qua | 07.02.18

Alerta: Mr. Wonderful está a facilitar a vida aos namorados

mr wonderful.png

Se a sua cara metade se derrete em frente da prateleira dos produtos Mr. Wonderful (suspiro ), saiba que a loja on-line está a oferecer portes grátis na compra de qualquer produto da colecção de S. Valentim. E, porque "love is in the air", ainda nos mimam com um poster e um chupa-chupa.

Oferta válida de 6 a 8 de Fevereiro, bem a tempo da encomenda chegar antes do dia mais romântico do ano. O Amor é lindo!

 

Qua | 07.02.18

As quintas da Maria, na Maria Granel (onde eu gostava de ir e não consigo)

unnamed.png

Já aqui vos falei da Maria Granel, um verdadeiro paraíso bio para quem gosta de novos aromas e sabores. Aqui, só se proibem duas coisas: o desperdício e o plástico! Porque tudo se vende a granel, podemos levar os nossos recipientes e trazer apenas a quantidade desejada!

Mas a Maria Granel não é apenas uma loja. É um polo de disseminação de boas práticas de Zero Waste e uma academina de saberes! Todas as quintas-feiras, dinamiza workshops grátis e abertos ao público, com temáticas relacionadas com a redução de desperdício e vida saudável (o que também tem impacto na poupança).

Oh, como eu queria lá estar!

Há duas semanas, mandei a minha "parceira no crime" (ou seja, a minha filha) assistir ao workshop sobre receitas de produtos de limpeza, higiene pessoal e cosmética natural caseiros, com a Tutisfore e foi tão bom! (espreitem o post que fizeram no blog)

whatsapp-image-2018-01-26-at-21.29.51_2018-01-26-2

Veio de lá cheia de ideias sobre produtos naturais para fazermos em casa. Começámos pelo desodorizante corporal e estamos a usá-lo há 2 semanas e estou rendida!

Amanhã, parece que o assunte vai ferver - AMOR AO LUME - com um ingrediente secreto (cacau, digo-vos já), dinamizado pela Criatividade ao Lume.

Se puderem vão até lá, por mim!

Morada? 

Maria Granel
Rua José Duro, 22B
 Bairro De Alvalade

1700-261 Lisboa

(De qualquer modo, a página da Maria Granel faz directos nas redes sociais mas não é a mesma coisa, pois não?)

Ter | 06.02.18

Como comprar um T4 em Lisboa

 

casa.jpg

Imagem retirada da Net

O pai e a filha chegaram de Lisboa muito agitados. Tinha aparecido uma casa à venda na rua onde ela mora (entenda-se, tem um quartinho arrendado) e, “só para terem noção”, telefonaram a perguntar o preço e as características da casa. É um T4, a precisar de obras e custa cerca de 370.000 mil euros.

O meu marido, que deveria ter sido gestor (de alguma empresa falida, claro está) teve um raciocínio de judeu:
- Se pedíssemos o dinheiro ao banco e alugássemos 3 quartos, de certeza que ainda ganhávamos dinheiro. 

Sentou-se ao computador a simular prestações e chamou-me extasiado.

- Vês, se pedíssemos este valor num prazo de 45 anos, ficávamos a pagar menos de 900 €. Se cada quarto fosse arrendado por 350 €, a casa pagava-se sozinha.

Eu (sempre a desmancha prazeres):

- 45 anos??? Mas temos quase 50, vamos acabar de pagar a casa no caixão?

Caiu-lhe tudo ao chão, ao perceber que não estava a fazer a simulação da 1ª casa, com 23 anos de idade.

Mais tarde, vem a filha, como quem se prepara para pedir um casaco da Zara:

- Oh mãe, eu queria tanto aquela casa! Como é que arranjamos dinheiro?

- Acaba o curso e começa a trabalhar.

-Mas ainda falta tanto!

- Arranja um velho rico!

- Mas eu já estou comprometida!

- Vende um rim.

- Boa ideia! Vou pesquisar para ver quando vale um rim.

E não é que no Google apareceram preços dos órgãos comprados no mercado negro?

Assim, ficámos a saber que:

.- uma caveira com dentes custa 965 €;

- um par de olhos fica-se por 1.227 €

- o intestino delgado vale 2.026 €;

- pelo coração dão-nos 95.670 €;

- um fígado já rende 126.246 €;

- e um rim vale 210.679 €!

 

- Está resolvido!  Tu, eu e o pai vendemos um rim cada um, compramos a casa, fazemos as obras e mobilamos tudo!

Salva-se o mano, porque dispensamos a garagem!

 

(Nota: Se ouvirem falar numa família alentejana que foi toda internada na ala psiquiátrica de um hospital, apostem com os amigos que sabem quem são)

 

Seg | 05.02.18

In love mas sem dinheiro? Prendas surpreendentes para o Dia dos Namorados

Aí vem mais um dia para celebrar o Amor!

Claro que os casais apaixonados celebram o amor todos os dias mas...um miminho neste dia derrete-nos ainda mais. 

Sejamos francos: adoramos receber presentes lindos e caros mas, quando não é possível, escolheriam uma bugiganga da loja do chinês ou um miminho personalizado, único e irrepetível?

A acreditar que optaram pela segunda hipótese, deixo-vos aqui algumas sugestões de presentes, que poderão fazer ou  personalizar, MESMO QUE DIGAM QUE TÊM DUAS MÃOS ESQUERDAS e não nasceram para o artesanato!

 

 PARA NAMORADOS LEITORES:

626e9a072e78033afa02c3d0c738f5e7.jpg

 

Foto retirada da Net

 Que tal um marcador com a sua foto?

- Basta imprimi-la em papel de fotografia e recortar;

- recortar dois corações em cartolina, feltro ou eva;

- fazer um furinho na parte superior da foto e passar um fio ou fita;

- colar as pontas da fita na parte interior de um coração e colar o outro por cima.

- E se quiser escrever uma mensagem no verso da fotografia, quem se vai derreter cada vez que abrir o livro, quem é?

 

 PARA NAMORADOS ESQUECIDOS

3e771b3aeef100d3fa1c6a096051169e.jpg

 

Foto retirada da Net

 Uma almofada de recados é o presente ideal!

Se calhar até já tem uma almofada esquecida algures e que pode brilhar neste dia. Basta recortar um coração em feltro (há moldes na net) e coser à mão ou, ainda mais fácil, colar com cola quente. Vai durar a vida inteira!

 

PARA NAMORADOS GULOSOS

faca-voce-mesmo-lembracinha-dia-dos-namorados-saqu

Foto retirada da Net 

O chocolate é sempre irresistível!

Em vez de oferecer bombons na embalagem de costume, seja original!

Basta colocá-los num saquinho transparente e fechar com fita cola, fio ou elástico.

Depois, sugiro que recortem 2 corações em cartolina, feltro ou eva e colem um ao outro, como se vê na foto. Escreva os vossos  nomes em cada coração e cole no saco (de preferência co cola quente).

MUITO COMPLICADO?

rotulo-barra-de-chocolate-para-imprimir.jpg

 

Foto retirada da Net

Então compre uma tablete e imprima uma folha de papel (mais grossa que o normal, se possível) com uma foto ou  frase especial. Centre no chocolate, dobre e cole na parte de trás. Mais fácil é impossível, amigos!

 

 PARA NAMORADOS APAIXONADOS POR FOTOGRAFIA

f211c46dcb6a4ee0e011629d12b2e24f.jpg

 

Foto retirada da Net 

 

Que tal uma moldura original, com as caricas das cervejas que se beberam durante o último derby?

A ideia é tão simples como imprimir as fotos no tamanho adequado, recortar e colá-las nas caricas. 

Depois, escolha uma cartolina bonita para servir como fundo da moldura e, com cola quente, disponha as caricas ao seu gosto ( não tem cola quente? Experimente com cola tudo ou fita cola dupla face).

 

 PARA NAMORADOS APRECIADORES DE VINHO

284568.jpg

 

Foto retirada da Net

Uma garrafa vulgar? Nãaaa....

Imprima uma foto dos dois, de preferência em papel autocolante (assim não terá que perder tempo a usar a cola).

Retire o rótulo original com álcool ou água quente se achar que não o consegue tapar com a fotografia) e cole a sua obra-prima. Eis o verdadeiro néctar do amor!

 

 TEM JEITO PARA ARTESANATO E CONSEGUE DAR UNS PONTINHOS?

Então, deixo-vos alguns trabalhos feitos por mim, para se inspirarem.

Bons trabalhos. E, sobretudo, muito amor nas vossas vidas!

1781902_488934744544111_1087303971_n.jpg

10690289_655622421208675_4096712918863311039_n.jpg

10922470_655622424542008_152925717908523650_n.jpg

10959815_666366940134223_7542507642109412458_n.jpg

10959471_666366943467556_843306602172163438_n.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dom | 04.02.18

Quando te lamurias porque tens problemas, lembra-te daqueles que estão pior

turistas.png

Estes sim,são verdadeiros problemas. 

Vai uma pessoa de viagem para esquecer as chatices do dia a dia, afogar mágoas, aproveitar o sol, ter contacto com a Natureza, sei lá, e depois a vida devolve-nos os verdadeiros problemas deste mundo. Espreitem aqui e, por favor, não se queixem mais das viroses e da carteira vazia...

Sab | 03.02.18

Adeus Mundinho!

gim.jpg

 Depois de uma manhã a fazer:

  • caminhada (com vários lances de escadas no percurso);
  • zumba (acreditem-me, sei inventar coreografias muito melhores do que as da instrutora);
  • bokwa (já não sou analfabeta, aprendi a escrever o 1, o C e o L!!!);
  • step com pesos (os mais leves desapareceram e tive que ficar com os de 2 quilos e meio);
  • pilates (estiiiiica)

restam-me apenas algumas horas de vida!!! 

Se resistir, hei-de agradecer estarmos na época de Carnaval. Porque na segunda-feira, quando subir as escadas do trabalho, posso sempre explicar que estou mascarada de entrevadinha.

Pior vai ser quando ouvirem os meus gritos na casa-de-banho, ao tentar agachar-me na sanita! O que vou dizer? Que vi uma barata????

 

Mas quando é que eu aprendo a desistir a meio dos desafios????