Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Dom | 03.06.18

As baleias são os animais mais teimosos do mundo

 

baleia.jpg

 

Verdade.

As baleias ainda não perceberam que têm de se extinguir.

Eram muito bonitas nos tempos em que por aqui dominavam os animais gigantes.

Mas agora, os tempos são outros.

Nós, humanos, comandamos o mundo e não achamos piada a animais maiores do que nós.

Vá, mal a mal, no jardim zoológico ou num museu de história natural, embalsamados ou em esqueleto. Ou ainda melhor: uma réplica em plástico!

Primeiro, tentámos extinguir as baleias com arpões, mesmo sabendo que só existiam meia dúzia delas nos mares.

Mas vieram uns chatos retrógrados, que defendem que devemos preservar espécies e algumas conseguiram escapar.

Mas, como seres inteligentes que somos, arranjámos uma estratégia muito mais subtil.

Passámos a descarregar plástico nos oceanos para que as gulosas encham a pança até rebentar.

Afinal, os oceanos são nossos e, de tão grandes, podem continuar a ser o nosso balde do lixo...

O mês passado, foi uma baleia chacalote que morreu na costa espanhola , com 29 quilos de lixo plástico na barriga.

Hoje, soubemos que, na Tailândia, os veterinários não conseguiram salvar uma, cuja autópsia veio revelar 8 kg de sacos de plástico no estômago.

 

xTOPSHOT-THAILAND-PLASTIC-ENVIRONMENT-ANIMALS.jpg.

 

Pois, pelo caminho, também morrem tartarugas, aves e peixes mais pequeninos mas isso não interessa nada. São seres insignificantes...

Isto está a dar resultado...estas são só duas que deram à costa. Haverá muitas mais que não chegam aos noticiários.

E ainda bem. Afinal, é muito mais importante ouvirmos o último discurso do Bruno de Carvalho e a gafe da mãe Dolores.

 

Que oiço eu, lá ao longe? Que o plástico já entrou na cadeia alimentar dos humanos? Que já foram encontrados micro-plásticos no marisco, no sal, na água e no peixe que temos no prato? Que já andamos a comer plástico e que se desconhecem os efeitos na nossa saúde?

Deve ser tudo invenção dos tipos da Greenpeace para angariarem fundos. Eu cá não vejo nada nem oiço falar disso na comunicação social. E até sou uma gaja bem informada, que consulto o Facebook de hora a hora.

Vou mas é ali ao quiosque comprar uma Coca-cola fresquinha num copo de plástico e saboreá-la, sorvendo-a por duas palhinhas...

 

 

 

12 comentários

Comentar post