Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Sex | 06.10.17

Comprometo-me a reduzir a minha pegada ecológica #3: fazer da farmácia um ecoponto

OI000068.jpg

 

 

Sou só eu que acumulo medicamentos que já não uso, à espera da próxima doença? O certo é que vão ficando a ocupar espaço e quando dou conta, já passaram de prazo há mais de um ano.

Esta semana, resolvi inspeccionar a prateleira e retirei várias embalagens. Vão para o lixo? POR FAVOR, NÃO!!!

Os medicamentos não podem ser despejados no lixo doméstico ou no esgoto porque contêm substâncias químicas que contaminam gravemente o solo e a água.

As farmácias têm pontos de recolha, da responsabilidade da Valormed, entidade que gere o Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens e Medicamentos. Depois de separadas as caixas, blisters, ampolas, frascos e bisnagas, são enviados para reciclagem ou para incineração.

Lembrem-se que, se na farmácia há de tudo, também lá há um ecoponto para os nossos medicamentos fora de uso.

E, se estiveram desatentos, fiquem a saber que, durante o Verão, a Valormed dinamizou um passatempo e ofereceu 12 iPhones e 1 surface a quem entregou resíduos de medicamentos nas farmácias.

Reciclar compensa!

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.