Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Qui | 27.12.18

E como foram os presentes de Natal, confessem lá!

 

Pela primeira vez, desde que há Centros Comerciais em Portugal, passei o Natal sem pisar uma grande superfície .

Fechem a boca. 

Sim, eu sobrevivi à ausência das iluminações do Colombo e do Almada Forúm.

Consegui respirar fora do ambiente sobrelotado das lojas apinhadas dos que buscam o presente-milagre(bom e barato).

 

O segredo foi planear, como expliquei neste post

As primeira compras deste Natal, fi-las há um ano atrás, quando começaram os saldos de Inverno 2017.

Depois seguiram-se os artigos comprados online, a preços muito competitivos.

Mais algumas  compras do comércio local.

E, por fim, as que fiz para oferecer.

Não esquecendo o presente que caiu no sapatinho dos meus filhos!

 

Se comparar o meu comportamento natalício com o estudo estatístico que o Picodi desenvolveu, parece que até estou na média:

ofereci sobretudo pequenas lembranças, artigos de perfumaria, acessórios e jóias (pouco valiosas).

Acrescente-se ainda vouchers  para experiências, que é uma opção de que sou cada vez mais adepta.  

São presentes imateriais mas que podem ser inesquecíveis. E quase desperdício zero!

 

E tcharam!...

O que me ofereceram?

Por ordem alfabética, para não ferir susceptibilidades:

- Bilhetes para os Barclays James Harvest 

- Bombons 

- Dinheiro 

- Lingerie 

- Massagem de pedras quentes 

- Pequenas lembranças

- Sapatos 

 

Não pedi nada. Juro!

Mas o meu Pai Natal é sempre muito generoso.

 

 E a maioria dos portugueses?

Se observarmos o estudo do Picodi, (que poderão ler na íntegra aqui), depreendemos que

 

picodi.png

Fonte: Picodi

 os presentes de Natal mais desejados em 2018 foram; roupa (41%), dinheiro (35%), livros (26%) e calçado (25%). Por outro lado, os piores presentes são doces (42%), álcool (30%), brinquedos (35%) e cartões natalícios (20%). Os portugueses gastam em média 108€ em presentes de Natal.

 

E vocês, o que ofereceram? O que receberam? Revêem-se nesta estatística?

 

Cá por mim, vou um destes dias (finalmente) a uma grande superfície comercial trocar os sapatinhos de Cinderela por uns que não me apertem os pés e  a lingerie por um tamanhinho mais mini, que há coisas que aumentam com a idade mas não se transformam propriamente em melancias...

 

E vou aproveitar para espreitar os saldos.

Provavelmente, já venho abastecida para o próximo Natal...

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.