Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Qua | 16.10.19

Em se poupando, tudo dá (a poupança em ditados #16)

 

wallet-2972568_1280.jpg

 

Quando, há 5 anos, a minha filha foi para a universidade, eu e o meu marido achámos que o mundo ia ruir.

Se até ali, o dinheiro não sobrava ao fim do mês, como iríamos pagar quarto, propinas e demais despesas de uma universitária?

E tendo em conta o contexto de crise, com a sombra de um eventual agravamento de impostos ou cortes salariais, o cenário ainda era mais negro.

 

Mas sempre preferi concentrar as energias na busca de soluções, em vez de me queixar… e foi aí que encarei a Poupança como uma coisa muuuito séria!

Poupar requerer aprendizagem e evolução, como em qualquer área do “conhecimento”. Implica abertura de espírito para aprender e mudar os paradoxos, se necessário. E pesquisa, muita pesquisa.

 

Há 4 anos, achava de poupar era aproveitar descontos e promoções.

Hoje acredito que poupar significa não comprar, encontrando alternativas para reutilizar e fazer.

Ao preparar este post, lembrei-me de ir comparar as despesas de supermercado entre 2017 e 2018. E só agora tive noção de que esta despesa diminuiu 25% entre estes dois anos! Foram cerca de 1500 € a menos. São muitos tostões, de facto!

 

Mas uma despesa pesada implica mais. Implica prescindir de muitas actividades que nos proporcionam prazer: das pequenas viagens, da roupa nova, das actividades culturais de que gostamos, declinar jantares com os amigos…

 

Não é isolarmo-nos do mundo, como é óbvio. É definir prioridades e limitar esses momentos àqueles que mais valorizamos.

 

São alterações do modo de vida, que implicam sacrifícios.

Aqueles sacrifícios de que os filhos nem se apercebem (e muitas vezes nem agradecem).

Vamos adiando sonhos para mais tarde.

Daqui por 2 anos é o mais novo que estará a caminho.

 

 Uma coisa é certa: salvo em situações extremas, em se poupando, tudo dá!

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.