Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Sex | 19.01.18

Lixo zero naqueles dias difíceis do mês (Comprometo-me a reduzir a pegada ecológica #12)

Copo menstrual: conheça esse dispositivo para conter fluxo ...

Hoje o assunto destina-se apenas a mulheres (perdoem-me a discriminação mas a biologia assim o obriga) e é narrado pela jovem especialista cá de casa (a verdade é que o meu corpo quis poupar o ambiente e já me dispensou esta necessidade).

Mas, como a aquisição foi patrocinada por mim, penso que também estou a dar o meu contributo para reduzir lixo.

Falemos, então, do copo menstrual.

Descobri, recentemente, numa publicação da Zero Waste Portugal, que os copos menstruais já existiam na década de 30. Mas, talvez pela facilidade de utilizar descartáveis, não vingaram no mercado.

Começa-se agora, com as preocupações ambientais, a vulgarizar o uso. Felizmente!

Usar um copo menstrual não é muito diferente do que usar um tampão. Tem inconvenientes mas as vantagens ganham o duelo.

Inconvenientes:

  • De início, é necessário adquirir alguma prática para colocar e retirar o copo e pode-se sentir algum desconforto (quem não sentiu isso com os primeiros tampões?). Mas no 2º ou 3º mês, já estão especialistas.
  • É também a experiência que vai ensinar a manusear o copo sem derramar o conteúdo, por isso, cuidado nas primeiras vezes, para evitar sujar roupas e tapetes. É melhor tratar do assunto durante o banho.
  • Não será boa ideia retirá-lo numa casa-de-banho pública. Já imaginaram lavá-lo num lavatório, ao lado de outras pessoas?
  • Mas como o copo pode ser despejado de 12 em 12 horas, de certeza que dá tempo de chegar a casa.
  • Há que ter alguns cuidados na manutenção do copo, nomeadamente ferver em água durante 5 minutos antes de usar e depois, quando guardar.

Vantagens:

  • O copo ajusta-se ao corpo e é seguro, não há risco de sujar a roupa.
  • É produzido com material hipoalergénico e não há perigo de provocar o síndrome de choque tóxico.
  • Dá-nos cerca de 12 horas de despreocupação.
  • Tem escala de mililitros, permitindo o controlo do fluxo (muito relevante quando há anemia ou problemas de saúde) 
  • É económico: pode durar anos e fica substancialmente mais barato do que comprar mensalmente pensos e tampões.
  • E, finalmente, é ecológico, não produz lixo nem poluição, o que nos torna heroínas do desperdício- zero e verdadeiras protectoras do ambiente. Há maior orgulho que este, mulheres?

Existem várias lojas on-line que vendem copos menstruais, basta pesquisar. Compre em sites fidedignos, para evitar materiais não certificados ou em farmácias.

 

8 comentários

Comentar post