Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Qui | 09.04.20

Pão alentejano de massa-mãe

 

IMG_20200407_210149.jpg

 

Ontem, partilhei a receita de massa-mãe.

Tal como prometido, hoje dou-vos a minha receita de pão alentejano, feito com esse fermento artesanal.

Mas antes, deixem-me relatar as experiências que fiz até aqui chegar.

 

Já falei a decisão de comprar uma máquina de fazer pão para evitar sair de casa, rumo à padaria.

Fiz uns bons pães, seguindo as receitas que acompanhavam a máquina.

Ficaram bons, de facto.

Mas, para alentejanos que se prezem, aquilo sabe a pão industrial, que se compra no supermercado... faltava o aroma do panito a sair do forno de lenha... a côdea robusta e estaladiça...

Depois, a escassez de fermento seco levou-me a experimentar a massa-mãe.

E as experiências começaram.

Primeiro, fiz a receita do pão, seguindo o programa de pão normal da máquina:

 

IMG_20200408_012351.jpg

Não ficou mal mas o pão não cresceu assim tanto e a côdea não atingiu o ponto ideal.

 

Depois, decidi usar a máquina apenas para amassar e levedar, no programa "massa" e cozer no forno.

Quando o programa terminou, retirei a massa, coloquei numa taça e deixei levedar cerca de 2 horas, envolta numa manta de sofá.

Por receio de deixar o pão cru por dentro, fiz duas bolas mais pequenas.

Ficou bem bom, mesmo misturando farinha integral.

 

IMG_20200408_012228.jpg

 

Finalmente, atrevi-me a cozer um pão grande, também no forno e, desta vez, ficou perfeito:

IMG_20200408_011119.jpg

 

A côdea crocante, a massa fofa e saborosa, como se exige de um bom pão artesanal!

 

Por isso, aqui vai a receita: 

 

Pão alentejano na máquina de fazer pão

 

Ingredientes: 

- 400 ml de água morna

- 2 colheres de sopa de azeite

- 2 colheres de chá de sal fino  (mal cheias)

- 1 colher de sopa de açúcar

- 700 gr de farinha de trigo, tipo 55 (ou misturar cerca de 100 gr de farinha integral e 600 gr de branca)

- massa-mãe (ver receita aqui)

 

Nota: o pão pesará cerca de 1,100 kg)

 

Modo de preparação:

Colocar os ingredientes na cuba da máquina pela ordem acima indicada ;

Programar a máquina no ciclo "Massa" (1.40 h);

Quando terminar, deixar repousar cerca de 1 hora (mais ou menos, dependendo da pressa);

Retirar a massa para a bancada e esticá-la ligeiramente. Depois, dobrá-la em 4, por duas ou 3 vezes;

Colocar a massa numa taça polvilhada com farinha, tapar com um pano e envolver num cobertor, para poupar tempo e acelerar a levedação;

Deixar repousar pelo menos duas horas, até a massa dobrar de volume;

Ligar o forno no máximo para aquecer, colocando um  pequeno recipiente com água (que vai ajudar a que o pão não seque durante a cozedura);

Retirar a massa da taça e  dar-lhe a forma e tamanho pretendidos, esticando um pouco para retirar as bolhas de ar;

Colocar num tabuleiro polvilhado de farinha e levar ao forno;

Baixar a temperatura do forno para 180/200º;

Retirar quando estiver a gosto (a cozedura depende do tamanho do pão, podendo variar entre os 30 e os 50 minutos, previsivelmente)

 

 

OBS:

O pão pode ser cozido na própria máquina, evidentemente.

Aí, aconselho a que não utilizem o programa completo.

Façam primeiro o programa "massa" e deixem repousar 2 a 3 horas. Só depois é que devem cozer, programando para 1 hora (se acharem que ainda não está bom, vão experimentando mais tempo,  tendo o cuidado de fixar o tempo ideal para facilitar as próximas cozeduras).

 

Bom apetite!

Está na hora de ir colocar o meu no forno! 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    A 3ª face 09.04.2020

    Tenho, para amassar na máquina de fazer pão. Amanhã ou no sábado, vou experimentar. Se ficar aprovado, partilho a receita.
  • Imagem de perfil

    a tótó 09.04.2020

    OK, fico a aguardar essa partilha
  • Imagem de perfil

    A 3ª face 09.04.2020

    Prometido!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.