Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A 3ª face

Seg | 14.10.19

Poupa nos tostões, terás milhões (a poupança em ditados #14)

 

Não simpatizo propriamente com este ditado.

Eu farto-me de poupar tostões e nem chego ao milhar!

Mas por este andar, chegarei ao milhão de pequenas poupanças de que me posso orgulhar. Porque fazer com as minhas mãos é sempre motivo de orgulho.

 

IMG_20191009_005855.jpg

 

Ontem, por exemplo, foi dia de fazer vinagre de sidra.

Como tinha umas maçãs já murchas, decido aproveitá-las para fazer uma tarte. 

E  os restos foram para o vinagre. 

 

Como é um processo muito simples (embora paciente), vou partilhar a receita:

 

Vinagre de Sidra



Ingredientes e materiais:

 

-maçãs cortadas em cubinhos ou sobras 

- açúcar

- água

- frasco de vidro

- elástico

- pano para tapar o frasco

- colher de pau

- coador

 

Preparação:

- colocar, dentro de um frasco, as maçãs cortadas em cubinhos ou as sobras, depois de bem lavadas;

- cobrir com água até as maçãs ficarem totalmente tapadas, evitando que apodreçam;

- colocar uma colher de chá de açúcar por cada maçã (uma maçã equivale às sobras de 2)

O açúcar serve para a mistura fermentar e criar a acidez;

 

IMG_20191013_175928.jpg

- mexer bem para que o açúcar se dissolva e tapar com um pano;

- guardar num local escuro e quente;

- A mistura deve ser mexida uma a duas vezes por dia durante duas semanas, para acelerar o processo de fermentação;

 

IMG_20190831_122432.jpg

- Quando notar que as maçãs estão afundadas, o processo de fermentação estará terminado. Nesta altura, o vinagre deve ser coado  através de um pano ou um filtro de café, retirando-se a maçã (se tiver um compostor, poderá colocá-la lá)  ;

- voltar a cobrir o frasco com o pano e deixar o líquido fermentar por 3 a 6 semanas, num local quente e escuro.

 

IMG_20191006_125820.jpg

 

- Mexer 2 vezes por semana;

Quanto mais tempo durar a fermentação, mais ácido ficará, com o aroma típico da sidra. 

O tempo de fermentação varia consoante a temperatura, sendo mais rápida no Verão. Mas também depende do gosto individual pelo que, a partir da 3ª semana, pode ir provando até achar que está perfeito.

- voltar a coar o vinagre e colocá-lo num frasco, guardado no frigorífico porque o frio impede que o vinagre continue o processo de acidificação.

 

E está pronto para temperar a comida, servir como amaciador de roupa ou ser usado nas limpezas!

 

Notas importantes:

- deverá ser usada colher de pau para mexer o vinagre.

- se surgir uma espuma verde, cinzenta, preta ou castanha ou mofo na superfície do líquido durante a fermentação, é sinal de existência de bactérias e deverá jogar tudo fora.

- depois do vinagre pronto, se notar uma substância viscosa e gelatinosa na superfície, trata-se da “mãe do vinagre”, que pode ser usada para dar início ao processo de fermentação de futuras levas. Coloque-a junto com as maçãs para acelerar o processo de fermentação.

 

Eu uso vinagre para quase tudo e embora seja um produto relativamente barato, custa tostões...e muitas embalagens!

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.