Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A 3ª face

Sex | 28.12.18

Desafio das 52 semanas: um final surpreendente!

A 3ª face
  Acho que todos conhecem a sensação de pegar num livro e decidir ler um capítulo por dia. E quando se dão conta, já o devoraram e estão a voltar a última folha. Pois isto correu mais ou menos assim: uma manhã eu decido aderir a um desafio que iria durar 52 semanas. E no final da tarde, reparo que estou a responder ao último desafio. Não percebo como.   Acho que mais me marcou foi, de facto, a voracidade com que os dias se passaram. Que fez com que os acontecimentos trágicos (...)
Ter | 11.12.18

Desafio das 52 semanas:Lugares no mundo que eu gostaria de conhecer

A 3ª face
    Estou deveras atrasada com o desafio. Normalmente, respondo à sexta-feira. Mas já é terça e devo-me ter perdido por aí, nalgum recanto do mundo.   Aquele mundo que eu adoraria conhecer como a palma das minhas mãos. É a diversidade de culturas que nos enriquece. São as viagens que nos fazem voar. E eu, que não sou esquisita, poderia ir para qualquer lugar minimamente seguro.   Se me colocassem um cheque-viagem na mão, talvez rumasse para a Patagónia. Mas o meu (...)
Seg | 03.12.18

Desafio das 52 semanas: Nunca tive coragem de…

A 3ª face
  Conta-se (há quem jure que é verdade) que há uns tempos, num parque de estacionamento, um senhor estava pacientemente à espera  que um carro saísse do estacionamento para ocupar esse lugar. Porém, assim que o carro saiu, um jovem antecipou-se e roubou o lugar, com uma manobra veloz. Ao sair do veículo, fechou a porta com ar de gozo, olhou para o tal senhor e disse: - Sabe, o mundo é dos espertos! E o tal senhor não respondeu. Acelerou e estacionou por cima do carro do jovem, (...)
Sex | 16.11.18

Desafio das 52 semanas: parece que todos sabem ... menos eu

A 3ª face
  Dançar Kizomba! Mesmo quem não sabe, dá um jeitinho. Mas eu, que tenho um grave problema de coordenação, não consigo. Verdade que nunca tentei. Só uma vez, há alguns anos atrás, depois de uma festa de aniversário. O grupo foi para o Parque das Nações, para um bar da especialidade. E eu estava muito bem-disposta (0,02 de alcoolemia, não pensem coisas) e apetecia-me tanto dançar! Contudo, o pessoal da pista de dança era PRO e eu inibi-me. Mas apetecia-me tanto dançar! Que (...)
Sex | 09.11.18

Desafio das 52 semanas: Lembra-me a minha adolescência

A 3ª face
O entusiasmo que as pessoas de todas as gerações têm pelas séries, sobretudo da Netflix. Há uns aninhos atrás, é esta ansiedade que Portugal inteiro sentia pela Gabriela, a primeira novela a que o país assistiu. Com umas pequeninas diferenças, como é óbvio. Dantes, era muito melhor!   Se não visses o episódio do dia, morria um pedacinho de ti, porque jamais o voltarias a recuperar. Acho que foi nessa época que os portugueses descobriram a palavra pontualidade…   Depois (...)
Sex | 02.11.18

Desafio das 52 semanas: Os meus vilões preferidos são...

A 3ª face
    Escolher um super-herói é fácil. É só fechar os olhos, imaginar que estamos em perigo e a mente escolhe quem nos virá salvar. Agora o inverso? Imaginar que estamos em perigo e poder escolher quem está a correr atrás de nós, é um pouco mais difícil. Até porque há vilões irresistíveis, de quem não me apetecia nada fugir. Mas vamos lá.  Quando penso em vilões que me arrebataram, surgem-me vários. O Joker faz parte do imaginário de qualquer um.  Depois tenho que (...)
Sab | 27.10.18

Desafio das 52 semanas: Músicas que eu não me canso de ouvir

A 3ª face
Há muitas.  As baladas dos Scorpions. Qualquer tema dos Queen. A minha menina da voz doce: Carolina Deslandes. E esta, que talvez não conheçam mas que nunca me sai da cabeça. Cantei-a até à exautão aos meus filhos, quando eles moravam dentro de mim. E continuo a trauteá-la quando a vida me corre bem. E quando me corre mal, também.      Barclay James Harvest Intemporiais.   Porque afinal, a minha força está nos meus filhos!   Nesta TAG participam para além de mim a 
Sex | 19.10.18

Desafio das 52 semanas: Queres acertar no meu presente? Então dá-me…

A 3ª face
    Aquilo que quiseres e puderes, desde que seja com amor. É o que o embrulho representa e a maneira como é dado que realmente importa. Mas, sinceramente, se me quiseres dar qualquer coisinha jeitosa, não me importo nada, mas mesmo nadinha, se me ofereceres uma chave.   A DO EUROMILHÓES!    Nesta TAG participam para além de mim a Ana, a Ana Paula
Sex | 12.10.18

Desafio das 52 semanas: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são...

A 3ª face
     Já tentaram equilibrar uma colher na borda do prato?   Um relacionamento amoroso funciona mais ou menos assim. Tentar equilibrar a personalidade de um com a do outro. Umas vezes consegue-se. Outras, nem por isso. Há quem consiga quase sempre. E outros, à custa de tantas quedas, simplesmente desistem.   Nesta TAG participam para além de mim a Ana, a