Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A 3ª face

Sex | 06.12.19

Desafio dos Pássaros #13

A 3ª face
  Tema da semana: Reescreve o final dum filme       O jardineiro voltou no dia seguinte para aparar a alfazema. Quando o vi chegar, o meu coração disparou e pensei, muito seriamente, que iria ter uma síncope. Ele nem olhou para a porta da loja. Fez o seu trabalho com um sorriso nos lábios e os fones nos ouvidos.     Mas depois, com um ramo de alfazema na mão, dirigiu-se apressadamente na minha direcção e veio perguntar se gostava do cheirinho. Claro que gosto. Mais do que nunca! (...)
Sex | 29.11.19

Desafio dos Pássaros #12

A 3ª face
  Tema da semana: Aqueles pássaros não se calam     A loja dos meus padrinhos fica na praça central da aldeia. As carreirinhas de casas pintadas de branco juntam-se neste largo de calçada portuguesa, sombreada por várias árvores centenárias. Gosto de dar nome às coisas. Mas a minha ignorância impede-me de dizer que árvores são.   Debaixo das árvores, há bancos de madeira e antes das eleições, vieram colocar uma mesa um pedido antigo dos velhotes que se juntam ao fim da (...)
Sex | 22.11.19

Desafio dos Pássaros #11

A 3ª face
  Tema11: Um dia na tua família… do ponto de vista do teu animal de estimação     Porquê? Porque me vieste deixar aqui, voltaste as costas e te foste embora?   Lembro-me nitidamente do dia em que me encontraste. Estava acabrunhado e  tremia de medo debaixo desta mesma árvore, onde agora me abandonas. Apesar de pequenino e exausto, senti-me enorme quando as tuas mãos me agarraram com meiguice e, no teu colo, me afagaste até sentires que estava calmo. Levaste-me para casa e (...)
Sex | 15.11.19

Desafio dos pássaros #10

A 3ª face
  Tema da semana: Já chegámos? Já chegámos?   crédito da imagem    Será aquilo a que chamamos destino o simples resultado da nossa predisposição genética para agir? Serei eu responsável pela impulsividade que não consigo controlar?   A Ilha do Pessegueiro não fica assim tão longe de Porto Covo. Mas apenas quando estamos do lado de cá, a contemplar aquele pedaço de terra teimosa, enquanto (...)
Sex | 08.11.19

Desafio dos pássaros #9

A 3ª face
  Tema: Acordaste nu, sem te recordar de nada, numa ilha deserta      O sol estava forte quando abri os olhos. Levantei a cabeça num gesto brusco e olhei em redor com ar estupefacto. Que sítio era este, rodeado de mar? E a roupa estendia-se no areal, peça por peça… eu estava nua?!   Ao longe, percebo que uma silhueta masculina se aproxima com uma bandeja. O sorriso cintilante de uns dentes imaculadamente brancos contrasta com a pele cor de café. E depois eu correspondo ao (...)
Sex | 01.11.19

Desafio dos Pássaros #8

A 3ª face
  Tema da semana: Escreve uma carta para a criança que foste     A casa dos padrinhos já foi a minha. Pertence à família há gerações e cresci lá até que, sob chantagens e ameaças, convenci os meus avós a mudarmo-nos para Lisboa.   Hoje, a madrinha pediu-me para ir ao sótão procurar frascos de vidro para a compota de abóbora, que os CTT não entregaram a encomenda a tempo. Num canto, coberta de pó, encontrei a arca que costumava estar no meu quarto e onde guardava os (...)
Sex | 25.10.19

Desafio dos Pássaros #7

A 3ª face
  Tema: A Constança precisa duma mascara capilar mas o teu patrão só quer que vendas compotas de abobora com amêndoa. Convence-a  a escolher a compota para usar      Terminar uma relação ou atravessar o fim do mundo é mais ou menos o mesmo. Não há vida para além disso. E eu, depois de me separar do Rui, entreguei-me à eternidade da escuridão. Do quarto.   Os meus avós, em desespero, tomaram uma decisão. Fizeram-me a mala à pressa, enfiaram-me no carro e só pararam no (...)
Sex | 18.10.19

Desafio dos Pássaros #6

A 3ª face
  O amor, uma cabana...e um frigorífico     Só agora consigo reconhecer que a traição do Tomás e da Beatriz sentenciou a minha incapacidade para amar. Depois de tantos anos, continuo a deixar que a desconfiança vença alguns rasgos de paixão. Não nasci para ser feliz. É um fado como qualquer outro. Ou talvez a vingança da vida pelo nome que me deram!   Prometo-me que não volto a apaixonar-me. A sonhar com alguém que oiça os meus silêncios e não desista de mim, quando me (...)
Sex | 11.10.19

Desafio dos pássaros #5

A 3ª face
  Hitler à minha frente, a  caminho do purgatório     Eu sempre fui muito calada. Quantas vezes apertava  o que me sufocava até me sentir queimada por dentro…e não reagia…não me manifestava…Oh, tivera eu asas para voar e libertar no céu tudo o que se desfaz em água e me escorre pelos olhos!   Só um assunto me faz explodir de imediato, qual bomba  de napalm: pessoas que causam sofrimentos atrozes  em inocentes. E quando a minha avó  contou que a Beatriz (...)
Sex | 04.10.19

Desafio dos Pássaros #4

A 3ª face
   A Beatriz disse que não. E agora?     Às vezes fico deitada, de olhos muito cerrados. Inerte. Como a minha vida. E aí pergunto-me: - Como será o amor de mãe? Qual a sensação de sentir o amor e protecção incondicional de quem é capaz de ler no nosso silêncio tudo aquilo que sentimos?   Relembro-me sempre da Beatriz, a minha melhor amiga de infância. A sua mãe era muito jovem e quem não as conhecia jurava que eram irmãs. A relação era tão forte e próxima que não (...)