Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A 3ª face

Dom | 06.10.19

Só se sabe poupar o que custa a ganhar (a poupança em ditados #6)

A 3ª face
    O que faz um milionário gastar 1000 € num jantar e eu vir de uma feira mais cedo para não ceder à tentação de lá jantar?   A minha resposta é esta: o valor do dinheiro! Quando é ganho com sacrifício, tendemos a ter maior dificuldade em entregá-lo a troco de algo menos necessário.   Para quem tem impulsos consumistas, há um velho truque que considero excelente para desmotivar uma compra prescindível: responder a esta questão   quanto custa isto em horas de trabalho?   Ou seja, calcular quantas horas temos de trabalhar para ganhar o suficiente para comprar esse bem.
Sex | 07.06.19

O que tenho ganho aqui no blog

A 3ª face
  Em termos monetários: zero! (Enviaram-me o kit do dia da criança mas, como o ofereci através do passatempo, ainda tive prejuízo, já que vou ter de pagar os portes de entrega).   Em termos emocionais: uma fortuna! Não só pelas partilhas visíveis mas também por mensagens privadas, que vou trocando por e-mail ou messenger. Há uns tempos, uma seguidora muito carinhosa pediu-me algumas sugestões sobre participação em passatempos, confessando que nunca tinha conseguido ganhar nenhum. (...)
Sex | 25.08.17

Passatempo BIC 2017: quando regressamos à escola com 500 € no bolso

A 3ª face
Mais um ano em que a BIC nos ajuda a regressar às aulas com outro ânimo (leia-se: despesas pagas). Para ser um dos 30 felizardos a entrar no novo ano lectivo com grandes sorrisos, basta adquirir 2 produtos de escrita BIC, deixar a criatividade soltar uma frase bem original com as palavras "BIC" e "regresso às aulas" e seguir as instruções do site Regresso às aulas com a BIC .    Dicas: Tenha atenção ao talão de (...)
Seg | 14.08.17

Os (meus ) 10 mandamentos dos passatempos

A 3ª face
  Já confessei que tenho o vício de participar em passatempos, sobretudo de escrita criativa. Adoro desafiar a imaginação para escrever (de preferência em verso) sobre os temas que as marcas propõem. Às vezes, a luta é árdua para que a inspiração se cruze com a originalidade. E adoro ganhar por mérito. (olá auto-estima!!!) No ano passado, o valor dos prémios que ganhei rondou os 3.300 euros. Este ano, até ao final de julho, a estimativa já ultrapassou os 4.000 euros. (...)