Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A 3ª face

Sab | 18.07.20

As sobras do sabão

A 3ª face
    Hoje, foi dia de arrumar o sabão que produzi. Não é novidade aqui no blog. Já partilhei  a minha paixão pela saboaria e pela produção de produtos naturais. O que não revelei, é que andava a adiar a arrumação do sabão, que ainda estava espalhado pelas prateleiras da cura.     Como sabem, nesta casa tudo se aproveita. Por isso, as aparas e as sobras do sabão que ficam agarradas ao papel vegetal não se desperdiçam. Retiro-as cuidadosamente do papel (o que não é (...)
Sex | 10.07.20

Detergente para a loiça caseiro e ecológico

A 3ª face
  Lá diz o ditado: se a vida te dá limões... ...faz detergente!   Andava ansiosa para experimentar a receita de detergente para a loiça à base de limão, sal e vinagre. As férias - e o facto de ter alguns limões em risco de se estragarem - convenceram-me a fazer a experiência. Depois de usar algumas vezes, aqui fica o relato:   Ingredientes:   - 4 limões - 120 ml de vinagre branco - 250 gr de sal marinho - 700 ml de água   Preparação: 1 - Cortar os limões às rodelas (...)
Dom | 05.07.20

Primeiro dia de férias!?

A 3ª face
  Ah e tal... as férias são para descansar, não é? Se as próximas duas semanas forem como o primeiro dia, acho prefiro  regressar ao trabalho.   Mentira! Foi um dia muito produtivo, em que concretizei algumas tarefas que andava a adiar. Comecei por uma ida ao mercado mensal cá da terra (coisa que não fazia há uns bons 20 anos). A minha filha quis ir comprar umas plantas e eu acabei por trazer um mirtilo. Vamos lá ver se vinga! Mas antes, deixei  o pão a amassar na máquina. Hora (...)
Qui | 09.01.20

Até à última ensaboadela

A 3ª face
    Usam sabão sólido? (Caso não, está na altura da mudança, evitando o desperdício de plástico devido aos frascos de gel) O que fazem aos restinhos que já não conseguem ser usados? Espero que não os desperdicem!   Eu vou guardando. Depois coloco-os dentro de um pequeno saco de algodão e esfrego-me com ele. Mas se não tiverem uma saquinho de algodão, também podem usar um saco de mousseline ou uma meia de lycra. Convém ser um tecido fino e pouco absorvente para que o (...)
Qui | 05.12.19

Poupar no Natal #2: árvores criativas

A 3ª face
  Consta que casa sem pinheirinho não é visitada pelo Pai Natal.    Portanto, isto de não querer comprar árvore de plástico (já dei uma alternativa aqui) e produzir desperdício, não é desculpa nem para os mais poupados ou com falta de espaço. Se não acreditam, inspirem-se nas propostas que seleccionei, a custo (praticamente) zero e sustentáveis.   Para quem ama livros:     Para quem (...)
Qua | 27.11.19

Poupar no Natal #1 - coroas

A 3ª face
  Na minha casa, a tradição ainda é o que era. Montamos a árvore no dia 1 de Dezembro. Desde que os dois filhos estejam em casa, pois são eles que têm esta missão. Antigamente, apenas colocavam a estrelinha, no final, levantados pelos nossos braços porque o pinheiro de metro e meio era gigante para eles.   Nos últimos anos, as decorações da árvore são maioritariamente feitas por mim. Acabaram-se os gastos excessivos com as decorações de Natal! E acabou-se o consumo (...)
Qui | 21.11.19

Menos plástico no Natal

A 3ª face
    O Natal é das crianças. As crianças querem brinquedos. Os brinquedos são de plástico.   Não! Podem não ser. Cada vez mais, há alternativas de madeira irresistíveis. Daqueles que poderão atravessar gerações. Se julgam que os preços são elevados, acreditem que pode não ser bem assim.   O Lidl, por exemplo, a partir do próximo dia 25, vai colocar à venda uma colecção  de vários brinquedos, com preços para todas as bolsas. Não costumo fazer publicidade a marcas (...)
Qui | 03.10.19

Do poupar vem o ter (a poupança em ditados #2)

A 3ª face
  A inglesa Callie Rogers, 22 anos, ganhou quase dois milhões de libras aos 16 anos. Em sete anos, a jovem gastou quase todo o seu dinheiro , viciou-se em drogas e tentou o suicídio três vezes.   Por estes dias, andamos loucos a sonhar com o próximo prémio do Euromilhões, que teima em não sair. Mas ao longo dos anos, vamos conhecendo histórias de pessoas que ganharam prémios afortunados e perderam tudo. Cerca de um terço dos premiados da lotaria vão à falência apenas (...)
Seg | 09.09.19

A palavra que me faltava: CLIMATARIANA

A 3ª face
    A semântica tem um poder forte. Às vezes, uma simples palavra consegue dar sentido ao que sentimos e não conseguimos extravasar. Simplesmente porque não tem nome. Ora eu tenho-me esforçado arduamente por mudar os meus hábitos e reduzir a pegada ecológica. Todavia, nunca fui de extremos e fundamentalismos e não consigo, neste caso, tornar-me radical em relação a certos aspectos. Até porque acho que em todos os comportamentos extremistas, emergem sempre algumas (...)
Sab | 06.07.19

Missão Possível: reduzir o plástico #3

A 3ª face
    Continuo na saga para encontrar alternativas à película aderente (lembram-se deste post?) No mercado, já existem soluções ecológicas para tapar ou envolver alimentos: as bee wraps e as soja wax wraps. Mas são bem caras.   A técnica é simples: impermeabiliza-se tecido com cera de abelha ou de soja e um óleo vegetal (recomenda-se jojoba mas não me perguntem porquê) e o (...)